Urban Lifestyle

Inovações pioneiras em transporte de pessoas

Designers de todos os tipos, de arquitetos e engenheiros a designers de produtos, desempenham um papel importante para garantir a saúde e a segurança das pessoas. Em termos gerais, esse papel sempre teve como princípio geral o lema de “não causar danos”. Ou seja, os produtos não devem prejudicar as pessoas por meio de contato com correntes elétricas ou mecanismos em movimento. Em decorrência da Covid-19, os designers agora estão pensando além do conceito de “evitar danos” e passando a considerar como os produtos podem “proteger e prevenir”. Dizem que a necessidade é a mãe da invenção e, no caso das mais recentes invenções em mobilidade urbana, o foco está em proteger os usuários.
Urban Lifestyle
An urban lifestyle for the future -  By first recognizing the impact of our city lifestyles, we can pave the path for sustainable economic development and a brighter, greener future.
277 visualizações

Criado em 14/10/2020

O que hoje é tendência pode virar lei em breve

Designers de produtos inovadores podem ser pioneiros na criação de soluções que garantem mais segurança e saúde para as pessoas, especialmente em cidades e locais que atraem grandes públicos, como cinemas e shopping centers. Essas inovações em produtos se tornarão padrões da indústria e, em seguida, podem até virar lei.

O ambiente regulatório internacional e os requisitos de segurança de produtos estão mudando rapidamente. Fatores como tecnologias sem toque, desinfecção automática e sistemas melhores de ventilação interna podem em breve tornar-se requisitos legais em muitos países. Produtos desse tipo já estão sendo submetidos a testes de segurança. No entanto, como consequência da pandemia de Covid-19, os requisitos de teste serão, quase que certamente, modificados para incluir aspectos de prevenção contra infecção.

MAX Predictive Maintenance

Como essa tendência afeta as soluções em mobilidade urbana

Todos os dias, milhões de pessoas usam elevadores, escadas e esteiras rolantes. Cada um desses passageiros tem o direito de sentir segurança e confiança quanto às condições higiênicas dessas soluções de mobilidade, seja ao encostar numa superfície ou respirar o ar de uma cabine fechada.

O futuro do transporte urbano será sem toque, gerenciado via app e dedicado à segurança das pessoas. Em cidades, aeroportos e sistemas de transporte público, essas soluções de mobilidade devem ser mais que seguras. Elas devem proteger os passageiros contra a transmissão de partículas bacterianas e virais. Para isso, os designers de produtos estão focando em três áreas: tecnologias de limpeza, soluções sem toque e distanciamento social.

 
Touchless Solutions Video

Tecnologias sem toque estão ganhando força

Manter a limpeza (o tempo todo)

Não podemos esperar que alguém desinfete uma superfície toda vez que uma pessoa encostar nela; o que podemos fazer? Felizmente, já existem várias soluções disponíveis.

O cobre tem sido usado há anos devido a suas propriedades antimicrobianas naturais. É por esse motivo que os hospitais frequentemente utilizam cobre em superfícies de contato, tais como maçanetas e torneiras. Trata-se também de uma excelente opção para superfícies de contato comum em cidades, como os botões de elevador.

A thyssenkrupp Elevator também anunciou recentemente seus higienizadores para corrimãos de escadas rolantes, que desinfetam continuamente o corrimão com luz UV. Agora os usuários podem segurar no corrimão e proteger-se contra quedas sem ter medo de germes! Para lidar com a possibilidade de transmissão de partículas infecciosas nos elevadores, a empresa também está usando novos sistemas de purificação de ar com filtros especiais e soluções à base de UV.

 
Handrail Sanitation Video

Veja como funciona o higienizador para corrimãos de escadas rolantes

Soluções sem toque eliminam a contaminação de superfícies

Quando se trata de escadas rolantes, segurar no corrimão sempre será uma precaução de segurança importante. No entanto, em muitos outros casos, as “soluções sem toque” são a melhor forma de manter a segurança e evitar a contaminação de superfícies. Por exemplo, muitos proprietários de edifícios estão instalando botões de elevador para acionamento com os pés. Assim, os usuários podem manter as mãos limpas.

Vários usuários estão colocando em prática o lema “sem contato, sem contaminação” com soluções como a tKey. Essas pequenas ferramentas podem ser penduradas em um chaveiro e usadas em tarefas como abrir portas e latas de lixo, apertar botões e até mesmo navegar em telas tipo touch. Os smartphones também estão se estabelecendo como soluções touchless, com apps que servem como chaves eletrônicas para portas, credenciais de segurança e controladores de elevador.

Os operadores também podem usar o monitoramento remoto de sistemas prediais, assim como soluções de manutenção preventiva, para garantir que sistemas prediais, como elevadores ou sistemas HVAC, possam ser reparados antes de apresentar defeitos. No caso dos elevadores, isso evita aglomerações nas áreas de espera e, no caso dos sistemas HVAC, ajuda e evitar períodos de ventilação inadequada, o que poderia resultar em infecções por gotículas aéreas.

A robotização também pode vir a ser um método mais comum de reduzir o manuseio humano. Os robôs já são capazes de fornecer suprimentos em hotéis, de depósitos para áreas de produção, ou até mesmo ser usados em hospitais. Médicos, enfermeiros e pacientes podem receber suprimentos médicos que não foram tocados pela mão humana, por meio de robôs que podem ser transportados de elevador. Em termos de “tecnologias futuristas”, tudo está andando mais rápido hoje em dia.

handrail sanitization

Soluções de distanciamento social

O distanciamento social é o único elemento dessas medidas de higiene e segurança que só será aplicável em períodos de pandemia aguda. No entanto, a capacidade de implementar rapidamente o distanciamento social permanecerá conosco para sempre. Proprietários de edifícios podem enfrentar problemas, se não dispuserem de planos de contingência.

No caso dos elevadores, sistemas de envio ao destino como o AGILE podem ser adaptados para limitar o número de passageiros por cabine. O monitoramento remoto, mencionado acima, também pode ser usado para ajudar administradores de edifícios a gerenciar fluxos de tráfego. É possível encontrar um equilíbrio entre as necessidades de distanciamento social em elevadores e os tempos de espera dos passageiros para evitar aglomerações em áreas de espera. Os provedores de serviços podem ser solicitados a ter marcações para chão em estoque a fim de oferecer serviços de distanciamento social sempre que necessário.

Product Solutions AGILE
Product Solutions Social Distancing

Um elevador exclusivo com soluções exclusivas

Quando é possível que várias cabines de elevador circulem em dois poços, como no caso do MULTI, muitas opções podem garantir higiene excelente, operação sem toque e distanciamento social. Como geralmente as cabines em um elevador MULTI têm design padrão, seria possível adquirir ou alugar cabines adicionais para garantir um distanciamento social mais eficaz, sem aumentar os tempos de espera.

Cabines adicionais também possibilitam o uso de outros modos operacionais. Com mais cabines disponíveis, seria possível que cada cabine parasse após cada ciclo para desinfecção por UV e troca completa do ar da cabine. Também seria possível que as portas abrissem automaticamente em cada andar ou nos pisos usados para troca de elevadores em arranha-céus, possibilitando o uso de elevadores sem toque.

 
MULTI animation

MULTI oferece várias opções para melhorar a higiene

Inovação no cerne das novas soluções de higiene e segurança

Tudo indica que a pandemia de Covid-19 trará muitas mudanças. Por exemplo, o número de pessoas dispostas a andar de elevador juntas ao mesmo tempo pode ser permanentemente reduzido. Mesmo se o quadro não mudar muito, a pandemia terá nos ensinado algumas lições sobre a importância de incluir medidas de higiene preventivas como um aspecto normal da segurança de produtos.

A higiene e as tecnologias sem toque sempre beneficiarão as pessoas e ajudarão a impedir a disseminação de todos os tipos de vírus, germes e bactérias. Mesmo se essas inovações só ajudarem a reduzir a disseminação do resfriado comum, isso já aumentará a produtividade dos colaboradores e o rendimento da mão de obra.

Resumindo: os designers de produto não só podem ajudar a manter o público mais seguro e saudável por meio de inovações, mas têm o dever de fazê-lo.