Smart Mobility

As ferrovias da China lideram em expansão e inovação

A China já possui alguns dos maiores sistemas de metrô e não mostra sinais de desaceleração ao investir no desenvolvimento de sua mobilidade urbana e nacional. O país expandirá seus pontos fortes com a atualização para redes ferroviárias mais inteligentes, com maior digitalização e automação. À medida que expande seus sistemas ferroviários, a China buscará parceiros em infraestrutura de mobilidade para garantir acesso contínuo às suas linhas. O URBAN HUB confere algumas linhas ferroviárias excepcionais na China que também incluem escadas rolantes, elevadores e serviços de última geração para garantir um excelente fluxo de passageiros.
Smart Mobility
Mantém as pessoas se movendo rumo a soluções melhores - Pessoas que estão cansadas de cidades congestionadas estão contribuindo com inovações por meio de novas tecnologias móveis e aplicativos intuitivos, que melhoram a integração do transporte público, a infraestrutura e o compartilhamento de carros.
136 visualizações

Criado em 20/09/2021

A toda velocidade: As ferrovias e metrôs da China

As extensas ferrovias da China são essenciais para as infraestruturas de mobilidade nacional e urbana do país e já contam com alguns sistemas superlativos. Por exemplo, a China tem a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo que se estende por 37.000 km (22.990 milhas), o que representa 64% do total das redes de alta velocidade do mundo.*

Beijing Metro Station
China High Speed Train Front

No entanto, para continuar a acompanhar os 3,5 bilhões de passageiros que viajam nos trilhos da China anualmente, um boom de construção está em andamento. Estimativas recentes preveem que a China terá uma rede ferroviária de mais de 200.000 quilômetros até o fim de 2035, incluindo 70.000 km (44.495 milhas) de trilhos de alta velocidade. *

Uma forte ênfase em soluções digitais ajudará a China a avançar a todo vapor para também criar uma das redes ferroviárias mais modernas e eficientes. Os conceitos de uma ferrovia inteligente usando a tecnologia 5G e o Sistema de Navegação por Satélite BeiDou (BDS) podem melhorar a capacidade de transporte nos trens em mais de 30% e economizar cerca de 9.000 quilowatt-hora de eletricidade.*

Seja em termos de expansão ou tecnologia, a China parece estar traçando o futuro das viagens ferroviárias. O país é líder no setor ferroviário global e já exporta seus produtos e tecnologia ferroviária de alta velocidade para dezenas de outros países. Essa experiência e compromisso com a inovação podem ser encontrados em sistemas ferroviários de toda a China.

China Railway Cities

Xi’an: Um metrô com muitos fãs

O metrô de Xi’an serve tanto Xi’an, uma das cidades mais populosas da China, quanto Xianyang, transportando aproximadamente 2,354 milhões de passageiros por dia. Essa rede de metrô de grande alcance e grande movimento lançou sua nova Linha 14 em junho de 2021 – bem a tempo de dar apoio aos fãs que visitam os 14º Jogos Nacionais da China em setembro de 2021.

A Linha 14 não apenas adiciona novas vias muito necessárias, mas também inclui tecnologia de ponta. A linha funciona com tração verde e inteligente e é equipada com previsão de falhas. Ela também usa arquitetura de big data para monitorar sistemas operacionais de forma inteligente e garantir manutenção preditiva para um melhor serviço.

A chave para garantir o acesso contínuo à linha e um fluxo de passageiros sem problemas serão 126 escadas rolantes e 34 elevadores instalados pela TK Elevator. A empresa já tem experiência em Xi’an, tendo instalado centenas de unidades em linhas anteriores.

Luoyang: Uma cidade histórica com mobilidade moderna

Luoyang, uma das quatro capitais históricas da China, entrou na era moderna do transporte público quando inaugurou sua primeira linha de metrô em 2021. Com 23 km (14,2 milhas) de extensão, a Linha 1 do Metrô de Luoyang tem trens com recursos de eficiência energética, como ajuste automático de luz e outras inovações, como o estacionamento de precisão que é referência. A linha conecta as zonas leste e oeste da cidade, que ficam ao norte do rio Luohe.

Para garantir fácil acesso ao ponto de referência da cidade, a Linha 1 do metrô, a TK Elevator instalou 234 elevadores e escadas rolantes, tornando-se a maior fornecedora de escadas rolantes para todo o projeto. O sistema de metrô deverá abrir uma linha norte-sul, a Linha 2, até o fim de 2021, expandindo a extensão total em 18,4 km (11,4 milhas). Essa linha também incluirá mais de 200 unidades da TK Elevator. Localizado em uma cidade que tem aproximadamente 9 vezes o tamanho de Londres, este sistema de metrô está destinado a continuar sua trajetória de expansão.

 
Luoyang Subway

Xangai e Beijing: Conectando cidades concorrentes

Xangai e Beijing estão competindo para ser a metrópole com a maior rede de metrô. Beijing transporta mais de 10 milhões de passageiros por dia em 24 linhas, através de 428 estações, em 727 km (452 milhas) de via. Enquanto Xangai tem “apenas” 381 estações em 18 linhas, a cidade está um pouco à frente de Beijing com 743 quilômetros (462 milhas) de vias.

Conectando as duas megacidades, existe uma ligação ferroviária de alta velocidade de 1.318 km (818,9 milhas), que leva 4,5-6,5 horas em comparação com a viagem ferroviária anterior de dez horas. É a linha de alta velocidade mais longa do mundo já construída em uma única fase.

A TK Elevator forneceu 253 unidades que atendem 18 estações ao longo da linha ferroviária de alta velocidade. As escadas rolantes são equipadas com recursos como a iluminação LED do “vão” entre o trem e a plataforma para aumentar a segurança, bem como uma função “stop and go” para garantir a máxima eficiência energética e menores custos operacionais. As escadas rolantes diminuem a velocidade até parar quando não há passageiros e reiniciam automaticamente quando alguém passa por uma barreira de luz.

Shenzhen, Fuzhou e Zhengzhou: Metrôs para ficar de olho

Shenzhen é uma megacidade que está rapidamente preparando os trilhos para um mega sistema de metrô. Desde sua inauguração em 2003, o metrô de Shenzhen cresceu rapidamente e se tornou uma das linhas de metrô mais longas do mundo, com 411 km (255 milhas). Em 2030, a rede crescerá ainda mais para incluir 8 linhas expressas e 24 não expressas em 1.142 km (709,6 milhas) de trilhos. Até o momento, a TK Elevator instalou e fez a manutenção de mais de 700 unidades em seis linhas diferentes.

Com uma população de quase 7 milhões em quase 12,000 km2 (<5.000 milhas quadradas), Fuzhou é uma cidade enorme – o que significa que seu sistema de metrô deverá crescer nos próximos anos. Atualmente, o metrô de Fuzhou tem 61 km (37,9 milhas) de ferrovias e 47 estações. Em 2022, serão completados 111 km adicionais (68,9 milhas). O sistema de metrô tem 600 unidades da TK Elevator espalhadas por 4 linhas de metrô. Além disso, a TK Elevator faz a manutenção de todas as unidades.

Zhengzhou é um dos principais centros da rede de transporte do país, com ferrovias conectando Zhengzhou à Europa. Com seu status como um importante centro de transporte, não é surpreendente que a cidade tenha apresentado o primeiro sistema de metrô da província de Henan. A ferrovia rápida que atende os distritos urbanos e suburbanos que compõe o metrô de Zhengzhou tem 7 linhas que se estendem por 206,5 km (128,3 milhas) e 148 estações. A TK Elevator tem apoiado ativamente a infraestrutura ao longo dos anos, vendendo e fazendo a manutenção de centenas de escadas rolantes e elevadores, mais recentemente fornecendo 375 unidades para a Linha 6 do Metrô.

Pioneirismo na mobilidade urbana

Com a rápida expansão do metrô programada para continuar nos próximos anos, a China continuará sendo um dos líderes no desenvolvimento de novos tipos de tecnologia ferroviária, como linhas ferroviárias autônomas ou a construção de sistemas ferroviários sem catenária e sem contato. Com seu compromisso de impulsionar inovação e serviços ferroviários, a China é o influenciador a ser observado.

 
China vs. London

Redes de metrô da China em comparação com o metrô de Londres.