Urbanization

Desafios são oportunidades de desenvolvimento urbano na Índia

De acordo com a Bloomberg Índia, a população urbana do país deve chegar a 517 milhões até 2020 e depois saltar para impressionantes 700 milhões até 2050. Mas apesar dos grandes desafios impostos pela rápida urbanização combinada com a modernização, o país está realizando ações positivas para fazer tudo dar certo no final.

Urbanization
Nossas cidades, nosso futuro - A urbanização, uma tendência que não mostra sinais de diminuição, mudará muito a forma como vivemos, trabalhamos e interagimos em nossas comunidades.
448 visualizações

Criado em 18/05/2017

Desafios e oportunidades

As cidades são os principais motores do crescimento econômico em quase todos os países do mundo. Levando isso em consideração, a urbanização deve ser vista como uma oportunidade. Na Índia, a situação não é diferente: as cidades já contribuem com mais de 62% do PIB do país, e esse número com certeza aumentará.

A Índia, que abriga a segunda (Mumbai) e terceira (Délhi) maiores áreas urbanas do mundo, enfrenta desafios enormes em relação à urbanização. Felizmente, a maior área urbana do mundo – Tóquio, Japão – oferece muita inspiração. É uma megacidade muito próspera, que funciona como uma máquina bem lubrificada e nos ensina que até mesmo a urbanização extrema pode funcionar bem. Mas esses benefícios não deveriam ser limitados a um pequeno grupo seleto.

Em Mumbai, a capital comercial da Índia, encontram-se as residências mais caras do país – e também a maior favela da Ásia. Pobreza urbana, favelas e acesso limitado a água limpa e saneamento são alguns dos grandes obstáculos, que se tornam mais difíceis de gerenciar à medida que a taxa de urbanização aumenta e a modernização continua a todo vapor. Um desenvolvimento urbano inteligente, combinado com programas governamentais inteligentes, é necessário para transformar os desafios em oportunidades. Felizmente, muitas iniciativas já estão ocorrendo.

Moradia para todos

Com o objetivo de fornecer um lar para cada família em situação de pobreza até 2022, o projeto indiano Moradia para Todos é extremamente ambicioso. É uma meta difícil de alcançar em áreas urbanas, considerando que, em 2012, o programa ONU Habitat relatou que 29% da população urbana da Índia morava em favelas. Acabar com as favelas, como o governo deseja, seria um feito incrível.

O projeto Moradia para Todos (Housing for All) incita a construção de 20 milhões de residências em áreas urbanas em mais de 2.500 cidades. O projeto deve ser financiado e implementado através de uma mistura de iniciativas públicas e privadas, incluindo subsídios ligados a créditos e a construção de residências pelos próprios beneficiários.

Clean-Up (Bangalore, India)

A Nova Agenda Urbana

A participação da Índia na “Nova Agenda Urbana” também é muito importante. O acordo internacional funcionará como um roteiro para um desenvolvimento urbano mais sustentável, através do uso de redes de dados para um melhor planejamento e desenvolvimento urbano. Ao participar desse programa, a Índia sinaliza claramente que pretende conduzir a transformação urbana em uma direção mais sustentável.

O programa foca na promoção da sustentabilidade ambiental, no desenvolvimento espacial inteligente e na prosperidade urbana para todos, assim como na inclusão social e em uma participação abrangente no planejamento de políticas urbanas.

Rankings de limpeza nacional

A participação dos cidadãos agora também é uma parte importante da Pesquisa de Limpeza Nacional (Swachh Survekshan) do governo indiano. Lançada em 2014 como parte do Movimento Índia Limpa (Swachh Bharat Abhiyan), a pesquisa avalia a limpeza de 500 cidades e municípios. A última fase da pesquisa teve a participação de 3,7 milhões de cidadãos.

Além do feedback dos próprios residentes das cidades, as opiniões de autoridades municipais e as observações de avaliadores independentes são coletadas em cinco áreas: coleta de lixo, processamento e gerenciamento de resíduos sólidos municipais (MSW), construção/disponibilidade de sanitários, estratégia de saneamento e comunicação oficial promovendo a mudança de comportamentos.

Parabéns ao líder atual: Indore, em Madhya Pradesh, uma metrópole de aproximadamente 2 milhões de pessoas!

Missão Cidades Inteligentes

Outro elemento importante do vasto desenvolvimento urbano da Índia é a Missão Cidades Inteligentes (Smart Cities Mission), que pretende transformar 109 centros urbanos de tamanho médio em cidades inteligentes. O que é particularmente interessante na iniciativa é que todas as cidades incluídas na missão estão localizadas perto de outras áreas urbanas grandes.

Também neste caso, a Índia optou por usar tanto o setor público quanto o privado para executar seu plano. Por exemplo, a Bloomberg Philanthropies está apoiando a missão com o Desafio de Cidades Inteligentes da Índia (India Smart Cities Challenge), no qual as cidades devem desenvolver suas próprias propostas para as quais elas estão buscando recursos. O desafio marca a primeira vez que a Índia usou um quadro competitivo para promover uma grande missão de desenvolvimento urbano e atribuir recursos.

Isso é outro sinal de que a Índia está enfrentando o desafio do seu futuro urbano de forma criativa e energética.

“O primeiro-ministro Modi reconhece sabiamente o papel crucial que as cidades podem ter na construção de um futuro sólido para a Índia, principalmente se inovações locais forem encorajadas e recompensadas.”

Michael R. Bloomberg, Fundador da Bloomberg Philanthropies