Urban Lifestyle

Heidelberg Project: como a arte inspira mudança em Detroit

Cidades são lugares atraentes, e novos prédios e espaços impressionantes estão aumentando essa atratividade. Mas algumas cidades e bairros também estão enfrentando grandes desafios. Detroit é um exemplo famoso de como mudanças na economia levaram ao desemprego e ao despovoamento. Mas o espírito humano é forte e, para combater a decadência urbana em Detroit, um homem usou a arte – o Heidelberg Project – para devolver vida ao seu bairro e inspirar cidades em todo o mundo.
Urban Lifestyle
An urban lifestyle for the future -  By first recognizing the impact of our city lifestyles, we can pave the path for sustainable economic development and a brighter, greener future.
151 visualizações

Criado em 07/11/2018

E lá se vai a vizinhança…

Em meados dos anos 1980, Tyree Guyton estava farto. Seu bairro de Detroit, McDougall Hunt, estava se deteriorando rapidamente, e ninguém parecia estar trabalhando para impedir isso. Então ele decidiu lutar da única forma que sabia: com a arte. Ele começou pintando bolinhas claras em uma das muitas casas abandonadas na rua onde cresceu, a Heidelberg Street.

Assim nasceu a mais famosa e fabulosa exposição de arte pública em Detroit, o Heidelberg Project. Colaborando com adultos e crianças locais, o projeto de Guyton cresceu e transformou dezenas de casas, carros e ruas no bairro e em seu entorno em instalações de arte estranhas, mas maravilhosas.

Arte ao resgate

A meta do Heidelberg Project era melhorar as vidas das pessoas por meio da arte e também acabar com a divisão entre áreas urbanas e suburbanas. Ele logo se tornou o símbolo para projetos de arte populares que usam a criatividade local para combater o declínio econômico, cortes orçamentários e assistência ineficaz para cidades.

Usando os desafios para se fortalecer

Apesar do reconhecimento mundial, o Heidelberg Project também teve vários problemas. Durante muitos anos, os órgãos públicos não demonstraram apoio.

Também houve uma calamidade entre 2013 e 2015, quando várias estruturas foram destruídas pelo fogo, aparentemente em um ato criminoso. No entanto, Guyton e sua equipe seguiram em frente inabalados e continuaram procurando novos parceiros interessados em ampliar o âmbito e o impacto do projeto.

Heidelberg Project House

Quando os órgãos públicos não podem ajudar

Quando não há recursos públicos disponíveis, muitas iniciativas urbanas culturais, sociais ou educacionais encontram parceiros apoiadores e competentes no setor privado. Por exemplo, em 2014, a JP MorganChase ofereceu US$ 100 milhões em empréstimos e doações para instituições de caridade locais para ajudar na recuperação econômica de Detroit, e a Habitat for Humanity recebe doações de materiais e em espécie de empresas como Home Depot, Dow Chemical e Whirlpool.

Muitas instituições de caridade preferem a ajuda de voluntários do que dinheiro. A Big Brothers Big Sisters busca ativamente parceiros empresariais que forneçam voluntários para ajudar suas crianças. De forma semelhante, a thyssenkrupp Elevator está ajudando as Aldeias Infantis SOS com o Projeto SEED, feito para ajudar jovens economicamente desfavorecidos a treinar para bons empregos – e consegui-los.

Chegando à Heidelberg 3.0

Um bom parceiro faz toda a diferença, e foi isso que o Heidelberg Project encontrou com a 1xRun. A editora de arte até mesmo mudou para o bairro McDougall Hunt e abriu uma galeria de arte, café e espaço para eventos.

Eles também conseguiram financiamento para construir uma nova sede de três andares para o projeto na McDougall Street, e o novo local dá um senso de permanência para o projeto pela primeira vez em sua longa história.

A próxima fase é o que Tyree Guyton chama de “Heidelberg 3.0.” A chave dessa fase é transformar o bairro “de uma instalação de arte feita por uma pessoa em uma vila de arte e cultura autossustentável”, além de ajudar a garantir que o Heidelberg Project continue sendo um catalisador e modelo para a renovação urbana.

 
Heidelberg Project

Faça um tour virtual no bairro do Heidelberg Project em Detroit. Esse vídeo curto mostra algumas das formas com as quais um só homem conseguiu transformar um bairro urbano decadente em um símbolo global de resistência urbana e esperança.

Inspiração em uma lata de tinta

O Heidelberg Project de Tyree Guyton inspirou pessoas a realizarem mudanças com as próprias mãos, principalmente em casos nos quais a ação do governo local estava indisponível ou era inadequada. À medida que o Heidelberg Project deixa de ser uma instalação de uma pessoa e se torna um coletivo maior de artistas e uma organização com metas ainda maiores, seu foco continuará sendo a habilidade mágica de capacitar as pessoas a investir seus próprios talentos criativos em sua própria cidade e seu próprio futuro.

Image Credits:

Polka Dot House, Heidelberg Project, photo by Rainer Halama, taken from commons.wikimedia.org

Car, Heidelberg Project, photo by David Yarnall, taken from commons.wikimedia.org

Painting House, Heidelberg Project, photo by David Yarnall, taken from commons.wikimedia.org

Pink House, Heidelberg Project, photo by Rainer Halama, taken from commons.wikimedia.org

Tyree Guyton Interview, video by Cool Hunting