Sustainability

Tyler Brûlé – o homem por trás da Pesquisa e Conferência de Qualidade de Vida da Monocle

Durante sua carreira jornalística, Tyler Brûlé viveu em várias cidades diferentes desde que se mudou do Canadá para o Reino Unido em 1989. Essas experiências incentivaram a comparação dos pontos fortes e fracos que fazem uma cidade ser mais ou menos satisfatória – ou “habitável” – do que outra.

Esse interesse acabou tornando-se uma paixão, explorada em seu trabalho com a Monocle, uma revista de estilo de vida urbano fundada por ele em 2007. A revista publica anualmente a conceituada Pesquisa sobre Qualidade de Vida e organiza a Conferência sobre Qualidade de Vida da Monocle. Tyler encontrou-se com o URBAN HUB para discutir o que ele deseja alcançar com a Conferência e apresentou quatro princípios para ajudar a garantir a habitabilidade urbana.

Sustainability
Garantindo um futuro ecológico - O desenvolvimento ambiental sustentável usa conceitos de poucos resíduos, baixo consumo e a migração para recursos ecológicos e ambientalmente sustentáveis, como energia solar e eólica ou materiais que podem constantemente passar por upcycling.
825 visualizações

Criado em 19/06/2017

O começo de uma carreira global

O canadense Tyler Brûlé mudou-se para o Reino Unido em 1989 para seguir a carreira de jornalista graças a uma oferta de emprego da BBC. Era um trabalho que exigia constantes viagens e exposição a cidades de todo o mundo. Em pouco tempo, ele estava dividindo suas semanas entre Londres e Hamburgo, na Alemanha, que se tornou sua “segunda casa”.

De acordo com Tyler, foi aí que ele começou a focar-se em qualidade de vida nas cidades: “Hamburgo teve um impacto profundo em mim, pois era uma cidade com muitas qualidades incríveis. Quando olho para trás, foi naquela época em que comecei a comparar as cidades, questionando qual sua função, por que funcionavam e o que as tornava atraentes”.

Com o passar dos anos, ele continuou seu trabalho em jornalismo e fundou diversas empresas. Começando em 2007, sua atenção voltou-se para o ambiente urbano, o que resultou na criação da revista Monocle.

Tyler Brûlé at a glance:

1968 Nasce em Winnipeg, Canadá
1989 Muda-se para o Reino Unido para trabalhar na BBC
1994 Sofre uma lesão em Cabul, Afeganistão, durante um trabalho como jornalista
1996 Funda a Wallpaper, uma revista de moda e estilo
1998 Forma a agência que fica conhecida como Winkreative, uma agência de construção de marca e design
2001 Recebe o prêmio de realização dos editores de revistas (Magazine Editors’ Lifetime Achievement) da British Society
2004 Começa a escrever uma coluna semanal – The Fast Lane – para a FT Weekend
2006 Participa da produção de Counter Culture, uma série-documentário que aborda os aspectos culturais das compras para a BBC 4
2007 Funda a Monocle, uma revista de estilo de vida urbano
2007 Lança o que se torna a Pesquisa sobre Qualidade de Vida da Monocle
2011 É nomeado Editor do Ano pela Ad Age
2015 – Estreia a primeira Conferência sobre Qualidade de Vida da Monocle em Lisboa, Portugal

Pesquisa sobre Qualidade de Vida anual da Monocle

Com “urbanismo” como um dos assuntos principais da Monocle e a qualidade de vida como maior preocupação da maioria dos leitores urbanos da revista, ficou óbvio a transformação desse interesse em um formato que todos conhecem e amam: uma lista de classificação.

É claro que já havia várias classificações de qualidade de vida renomadas, como a pesquisa de Qualidade de Vida da Mercer ou a Classificação de Habitabilidade Global da Economist Intelligence Unit. Mas, para Tyler Brûlé, isso fazia parte do motivo para criar a nova pesquisa.

Tyler explica que seu desejo era que a Pesquisa de Qualidade de Vida da Monocle fosse diferente: “eu costumava olhar essas listas e pensava que, embora fossem referências importantes, elas eram muito clínicas e científicas”. Foi assim que nasceu a Pesquisa de Qualidade de Vida da Monocle. De forma única, ela usa uma mistura eclética de qualidades científicas e abstratas, como o número e variedade de comerciantes independentes (ou seja, que não fazem parte de redes) ou a capacidade de conseguir uma bebida às 2 da madrugada. Afinal de contas, “atração” não é algo que possa ser especificado em nível granular.

Cidades habitáveis – Top 5 da Monocle nos últimos 5 anos

Liveable cities – Monocle’s top 5 over the past 5 years

In this video, Monocle explains how it defines “quality of life” and why it’s so important for cities.

 

A Conferência sobre Qualidade de Vida da Monocle

Cerca de cinco ou seis anos atrás, surgiram várias conferências “urbanas”, sendo que muitas eram direcionadas para como as tecnologias digitais poderiam ajudar as cidades a funcionarem melhor. Mas Tyler Brûlé notou uma falha: “eu lembro de estar na conferência e ouvir sobre um aplicativo que permitia evitar o engarrafamento de trânsito. Isso me fez pensar sobre a obsessão de usar tecnologias digitais como remédio para tudo”.

Ele acrescenta: “você não precisa colocar um band-aid no problema. Você deve chegar na raiz dos desafios, e não achar uma forma de evitá-los”. Essa ideia tornou-se o mote da Monocle para lançar um novo tipo de conferência urbana, na qual os participantes sairiam com “cadernos cheios de ideias, muitas listas de tarefas e algumas respostas a perguntas insistentes”.

Berlim sedia a Conferência de Qualidade de Vida em 2017
Berlim sedia a Conferência de Qualidade de Vida em 2017

De Berlim para o futuro

De 29 de junho a 1º de julho de 2017, a Conferência sobre Qualidade de Vida da Monocle acontecerá em Berlim, Alemanha. Tyler pontua que a localização de uma conferência afeta, inevitavelmente, a escolha de assuntos a serem discutidos. E aqueles que conhecem Berlim – ou a Alemanha – com certeza gostarão de temas como a funcionalidade da mobilidade urbana para jovens e idosos.

Futuramente, Tyler espera que a conferência consiga incentivar uma mudança positiva nas cidades do mundo, visto que os participantes voltam para casa com várias novas referências e inspirações para projetos futuros. Afinal de contas, muitas inovações são simplesmente adaptações de algo que já está sendo feito em outro lugar. A conferência expõe os profissionais urbanos a conceitos pioneiros do mundo inteiro, que eles podem levar para suas casas e, quem sabe, melhorar suas cidades.

Mas para Tyler o mais importante é que as pessoas compreendam que para criar qualidade de vida nas cidades não basta apenas construir uma “infraestrutura grande” ou achar a solução mais barata e mais eficiente, pois as cidades também devem ser bonitas.

Tyler Brûlé, os quatro princípios de cidades mais habitáveis

“Para mim, uma boa cidade é aquela onde você tem o menor número de impedimentos e obstáculos ao longo do caminho, onde você consegue ter quantas experiências diárias possíveis de uma maneira confortável e civilizada”.

Tyler Brûlé, Fundador da Revista Monocle

O que faz da cidade um excelente lugar para morar? Em que ponto precisa melhorar? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.