Smart Mobility

O que as cidades podem aprender com os cruzeiros: sete lições urbanas dos sete mares

Os modernos navios de cruzeiro podem ser enormes e às vezes são chamados de cidades flutuantes. Muito mais do que isso, eles são ambientes de vida extremamente bem-sucedidos e de alta densidade, concebidos para o conforto e prazer das pessoas. Dessa forma, os navios de cruzeiro dão lições inesperadas e fascinantes para as cidades tradicionais fincadas na terra, e também para os planejadores urbanos e construtores que buscam ultrapassar os limites espaciais para o crescimento bem como fornecer uma alta qualidade de vida para os moradores. Aqui, as sete lições dos sete mares – para as cidades.
Smart Mobility
Mantém as pessoas se movendo rumo a soluções melhores - Pessoas que estão cansadas de cidades congestionadas estão contribuindo com inovações por meio de novas tecnologias móveis e aplicativos intuitivos, que melhoram a integração do transporte público, a infraestrutura e o compartilhamento de carros.
229 visualizações

Criado em 02/04/2019

A vizinhança flutuante

Os navios de cruzeiro transportaram cerca de 27 milhões de passageiros em 2018, muitos deles em embarcações do tamanho de um porta-aviões. Os cruzeiros são planejados para otimizar o número de passageiros a bordo e aumentar sua satisfação. Os maiores navios de cruzeiro têm uma capacidade para 8.000 passageiros e tripulantes, e esse tipo de relação espacial deixa claro que os navios também têm muito a ensinar à vida urbana em terra.

 
Cruise ship

Mario Salcedo está em um cruzeiro contínuo há mais de 19 anos. Será que ele gosta de viver em um navio de cruzeiro? Com certeza! Os planejadores urbanos deveriam anotar os motivos para isso, pois muitas das coisas também seriam possíveis em terra.

Lição 1: oferecer oportunidades para atividades de lazer

Muitas atividades disponíveis sob demanda é a primeira lição. Os cruzeiros não são só para pessoas com idade entre 65 e 74 anos: bebês, crianças pequenas, adolescentes, jovens solteiros e casais mais velhos também estão a bordo. Então há muitas atividades para cada um desses grupos, além de algumas ofertas com um apelo intergeracional. Também há um número cada vez maior de “trabalhadores nômades,” que estão aproveitando a tecnologia para combinar o trabalho remoto com uma certa dose de entretenimento.

A boa vida em meio à alta densidade também permite que você fique sozinho(a) quando quiser. Os cruzeiros oferecem muitas oportunidades para isso, desde um cochilo no sol ou a leitura de um bom livro até a contemplação tranquila das maravilhas da natureza.

wave pool

Lição 2: estimular o espírito de comunidade

As atividades são importantes para criar a comunidade, especialmente entre estranhos. A organização de esportes em equipe é normalmente desafiadora, mas não em um cruzeiro, onde há muitas pessoas que buscam algum tipo de atividade física competitiva. E também há espaços públicos disponíveis para interações sem estrutura ou espontâneas, seja na piscina, no lounge ou no café.

Lição 3: planejar o espaço com inteligência

O planejamento de um cruzeiro prioriza um layout lógico e atraente que atenda simultaneamente a várias necessidades. Isso também inclui ter componentes de infraestrutura ágeis e modulares que facilitem a reconfiguração rápida dos espaços para atender a novas necessidades, até mesmo as temporárias. O planejamento também é essencial para ajudar as pessoas a encontrarem o caminho para o destino desejado.

Hurtigruten

O icônico Hurtigruten conta com a mobilidade da thyssenkrupp Elevator.

Lição 4: tornar a mobilidade simples e fácil

Caminhos bem marcados, bons mapas e uma ajuda baseada em app combinados com escadas rolantes e elevadores de escadas tornam o deslocamento simples e fácil, mesmo para aqueles com dificuldade de locomoção. Os elevadores são fundamentais para o fluxo inteligente de passageiros e são essenciais para criar uma boa experiência do usuário. Eles podem ser customizados para a instalação em qualquer navio, seja para equipes de serviço, carga ou passageiros. E os elevadores panorâmicos exclusivos não oferecem apenas vistas de tirar o fôlego, mas também ajudam os passageiros a se orientarem dentro dos navios gigantes.

Ponant

O Ponant oferece vistas panorâmicas do polo a partir dos elevadores customizados.

Lição 5: ficar inteligente

Com internet sem fio de alta velocidade em todos os pontos, os navios de cruzeiro também estão usando cada vez mais os dispositivos e apps de tecnologia vestível (wearable tech ou WT) para fins de notificação e comunicação. As pulseiras, cordões e chaveiros digitalmente conectados dão um conforto personalizado e agregam valor à experiência a bordo. Enquanto isso, a tecnologia IoT e os sistemas de manutenção preditiva reduzem os tempos de parada de tudo, desde ventiladores até elevadores. Alguns navios contam até com bartenders robôs!

 
smart ships

Lição 6: manter a segurança de todos

A sexta lição é segurança. Isso significa que as  principais estruturas de suporte do navio são fortes e estáveis, com flexibilidade suficiente para se adequar às condições climáticas adversas. Os acidentes são evitados com chapas e grades de proteção estrategicamente posicionadas. E as passagens e entradas também servem de rotas de emergência em cenários extremos, assim como as pontes com várias funções nos arranha-céus.

lifeboats

Lição 7: aumentar a sustentabilidade

Os navios de cruzeiro demoraram a entrar no movimento da sustentabilidade, mas estão ganhando força. Isso significa um aumento no uso de combustível GNL, melhores sistemas de purificação de emissões e até mesmo cascos que fazem bolhas para reduzir o atrito e o uso de energia. A bordo, a reciclagem e o uso de itens reutilizáveis aumentou, e a iluminação inteligente e os elevadores com eficiência energética passaram por uma modernização. Os alimentos também são adquiridos cada vez mais no local.

mist cruise ship

As cidades partindo para o futuro

É lógico que há muitos aspectos de um navio de cruzeiro que não são como uma cidade. Mas mesmo com o paralelo pouco exato entre os dois, ele guarda uma mensagem clara para as cidades. A vida em locais de alta densidade pode ser extremamente agradável se for bem planejada, com as necessidades dos moradores colocadas firmemente em primeiro lugar. Junto com uma estrutura robusta e flexível, sustentabilidade inteligente e mobilidade simplificada, tanto as cidades quanto os navios de cruzeiro podem desfrutar de uma navegação tranquila.

dusk cruise ship

Image Credits:

Meet the Happiest Guy in the World, video by New York Times

Wave Pool, photo by cruisedotco, taken from flickr.com, Creative Commons Attribution 2.0 Generic

Cruise Ship Fun #1, photo by Tm, taken from commons.wikimedia.orgCreative Commons Attribution 2.0 Generic

Cruise Ship Fun #2, photo by Mike McBey, taken from flickr.comCreative Commons Attribution 2.0 Generic

Cruise Ship Fun #3, photo by Prayitno, taken from flickr.comCreative Commons Attribution 2.0 Generic

The most technologically advanced cruise ship in the world, video by the Verge

Mist Cruise Ship, photo by Vidar Nordli-Mathisen, taken from unsplash.com

Dusk Cruise Ship, photo by Peter Hansen, taken from unsplash.com