Smart Mobility

Construindo pontes para melhorar infraestruturas e economias

Ao pensar em uma cidade, muitas vezes nos vem a imagem de uma ponte. Veneza, Londres, São Francisco… provavelmente estamos imaginando a mesma coisa. Mas você já pensou em qual é o papel delas em nossas vidas e como elas são muito mais do que um meio de transpor um obstáculo?

Smart Mobility
Mantém as pessoas se movendo rumo a soluções melhores - Pessoas que estão cansadas de cidades congestionadas estão contribuindo com inovações por meio de novas tecnologias móveis e aplicativos intuitivos, que melhoram a integração do transporte público, a infraestrutura e o compartilhamento de carros.
3166 visualizações

Criado em 20/10/2016

Nova York transformada em líder da economia

As pontes possuem os mais variados formatos e tamanhos e contribuem muito para unir comunidades e melhorar o cotidiano. Por exemplo, a Brooklyn Bridge fez de Nova York uma cidade líder da economia dos Estados Unidos.

Ela transformou o Brooklyn em um distrito da cidade e, após 15 anos, aumentou a população do Brooklyn de 580 mil habitantes para 1 milhão, dos quais muitos podiam se deslocar rapidamente para o trabalho na estreita ilha de Manhattan.

Hoje, mais de 137.500 veículos cruzam a ponte diariamente, e mais de 1 milhão de pessoas a atravessam a pé ou de bicicleta por ano.

Brooklyn Bridge – mudança do status econômico de Nova York

Pioneirismo da China

Quando falamos de tamanho, a China é a pioneira. Em 2011, a ponte Qingdao Haiwan se tornou a maior ponte sobre água salgada do mundo. Com 42,6 km de extensão, ela tem 5 quilômetros a mais do que a recordista anterior, a Lake Pontchartrain Causeway em Louisiana, EUA.

A ponte de 8,6 bilhões de dólares liga a cidade de Qingdao, na província de Shandong, no leste da China, ao distrito de Huangdao. Qingdao é considerada a cidade do turismo nacional e Huangdao é uma área suburbana que está prestes a se tornar a próxima região de boom econômico. Por isso, a ponte é muito valiosa para o turismo e o comércio.

Na verdade, seis das maiores pontes do mundo estão na China. A maior, com 164.800 metros, é a Grande Ponte de Danyang Kunshan, que conecta Pequim a Xangai.

O sistema de ferrovias de alta velocidade dessa ponte beneficia muito a turistas e viajantes de negócios. Por exemplo, o tempo de viagem no trecho de 152 quilômetros entre Ningbo e Jianxing foi reduzido a menos da metade, de 4,5 horas para 2 horas.

Cidades com maior quantidade de pontes

Travessia marítima – vários benefícios para a região

Outra maravilha na Ásia que oferecerá grandes benefícios é a ponte Hong Kong – Zhuhai – Macau (HZMB). Trata-se de uma ponte marítima de 38 quilômetros que interliga a Região Administrativa Especial de Hong Kong, Zhuhai (uma cidade da província de Guangdong) e a Região Administrativa Especial de Macau.

A ponte principal será uma estrada de mão dupla com três faixas e terá grande importância estratégica para o desenvolvimento econômico de Hong Kong, Macau e a região ocidental do Delta do Rio das Pérolas.

Além de reduzir significativamente os custos de transporte e tempo – de 4,5 horas para 40 minutos – ela melhorará a posição de Hong Kong como centro logístico e de negócios e ajudará empresas a expandirem suas operações no continente.

A conectividade criada pela ponte também beneficiará vários setores na região, como turismo, finanças e comércio.

Interligando Europa, Ásia e investimentos

A primeira e segunda pontes do Bósforo, como elas são conhecidas, são pontes suspensas sobre o Estreito de Bósforo em Istambul, Turquia, ligando assim a Europa e a Ásia.

Nos primeiros quatro anos, os pedestres podiam caminhar sobre a Ponte do Bósforo original, chegando a ela por meio de elevadores dentro das torres em ambos os lados. Hoje, no entanto, pedestres e veículos comerciais não têm mais permissão para usar a ponte.

A segunda ponte tem o nome de Ponte Fatih Sultan Mehmet e uma terceira ponte, a Ponte Yavuz Sultan Selim, foi concluída recentemente. A nova ponte é a ponte suspensa mais larga do mundo, com 59 metros, e a mais extensa com sistema ferroviário.

Istambul deseja se tornar um centro global importante para finanças e negócios, e a mais recente conexão de transporte está fomentando novos investimentos na região.

Há uma previsão de que a nova ponte, o sistema ferroviário interconectado e a infraestrutura aérea que está sendo criada serão essenciais para alcançar a ambição da Turquia de se tornar uma das dez maiores economias globais até 2023.

A ponte Øresund fomenta crescimento econômico e cooperação.

Encurtando as fronteiras entre dois países

A ponte Øresund é uma estrada e ferrovia de aproximadamente 16 quilômetros que liga a Suécia e a Dinamarca.

Ela vai de Copenhagen a Malmö, fomentando o crescimento econômico e a cooperação para as duas cidades. A ligação é composta por três partes: uma ponte, uma ilha artificial e um túnel, e a ponte corresponde à metade do comprimento, com a ferrovia e a rodovia em diferentes níveis.

Um cabo de dados também torna essa ponte a espinha dorsal da transmissão de dados de internet entre a Europa Central e a Suécia/Finlândia.

A ponte criou a base para uma cooperação mais forte e extensa com relação à economia, educação, pesquisa e cultura entre a Suécia e a Dinamarca.

E desde a abertura da ponte Øresund em 2000, a economia dinamarquesa recebeu um aporte financeiro substancial, totalizando mais de 4 bilhões de euros de suecos que, com a facilidade de locomoção proporcionada pela ponte, agora podem trabalhar na Dinamarca.

Em troca, a economia sueca ganhou ao poupar os gastos com subsídios de desemprego. Em 2010, a economia foi calculada em aproximadamente 175 milhões de euros.

Novas pontes para reduzir o congestionamento

O aumento cada vez maior da demanda e do tráfego de veículos é um fardo constante para as pontes das cidades, levando a progressos na construção de pontes. A Queensferry Crossing é uma ponte rodoviária em construção na Escócia com custo aproximado de 1,7 bilhões de dólares.

Ela está sendo construída ao lado da icônica Forth Road Bridge, que foi projetada para transportar até 11 milhões de veículos por ano mas atualmente é utilizada por 24 milhões. A nova ponte transportará motocicletas, carros e veículos pesados, enquanto o transporte público, ciclistas e pedestres usarão a ponte antiga.

Uma ponte em escala menor, mas igualmente relevante, é a nova ponte inaugurada no início do ano na cidade de Ho Chi Minh, Vietnã. A ponte Rach Chiec, que representa um investimento de mais de 38 milhões de dólares, conecta um parque tecnológico com portos e áreas residenciais e foi construído para alavancar o crescimento socioeconômico e aliviar os congestionamentos.

Pool bridge – conectando os moradores de arranha-céus

Uma ponte nova e incomum permitirá que os moradores de dois blocos residenciais de arranha-céus se encontrem numa piscina!

A ponte-piscina transparente suspensa, com 20 metros de extensão, está sendo construída em Surat, Índia, no 12º andar, sem barreira visual entre a borda da piscina e a cidade.

Essas pontem não são só áreas de lazer. Elas trazem grandes benefícios sociais ao conectar os moradores que poderiam estar isolados em seus apartamentos nas alturas.

Pontes semelhantes estão sendo construídas em Londres e Cingapura, onde a vida urbana está literalmente subindo até o céu.

Os exemplos aqui ilustram alguns dos diferentes papeis das pontes em nossas vidas e como elas são mais do que apenas um meio de transpor um obstáculo. Em uma edição futura, exploraremos os túneis e como eles também abrem novos caminhos e oportunidades para melhorias.

Credits

Golden Gate Bridge © Nicolas Raymond, CC BY 2.0 License

Akashi-Kaikyo Bridge © halfrain , CC BY-SA 2.0 License

Vasco da Gama Bridge © Luis Ascenso Photography, CC BY 2.0 License

Russky Bridge © A. Bayakov, CC BY-SA 3.0 License