Diga adeus a períodos de inatividade e atrasos com tecnologias preditivas inteligentes

MAX - Técnicos interligados agilizam o futuro da mobilidade

Foi um difícil trajeto e você está atrasado para o trabalho. Talvez por causa de problemas no seu carro ou de um trem cancelado, mas você está feliz por finalmente chegar ao prédio. Você passa rápido pela recepção, tentando não parecer um lunático. As gotas de suor surgem na sua testa e você não vê a hora de descansar um pouco em um elevador sossegado.

Mas aí você vê aquilo: um elevador funcionando, um “fora de serviço”. Você deve ficar na fila que já está grande e preparar suas desculpas para um constrangedor atraso? Ou deve ir pelas escadas e aparecer na reunião amarrotado e sem fôlego? Pelo menos você tem uma escolha, é o que você pensa, quando seu colega Paul, em sua cadeira de rodas, o cumprimenta.

Read more...

Nosso brilhante e não tão distante futuro

Do que você mais se lembra: todas as viagens rotineiras em que tudo correu bem, ou aquelas poucas vezes em que a tecnologia de que você dependia falhou? Embora tais obstáculos não sejam realmente tão frequentes, somados eles resultam em um grande desperdício de tempo.

Vamos considerar os elevadores. Mais de um bilhão de pessoas usam elevadores todos os dias. Existem doze milhões de elevadores no mundo. Se você calcular todas as interrupções em um único ano, isso resulta em mais de 190 milhões de horas. É muito tempo perdido para muitas pessoas. E esse número certamente irá crescer com o aumento da urbanização – a menos que tecnologias inteligentes possam fazer algo a respeito.

Felizmente, a mudança está a caminho. Os elevadores estarão conectados e funcionando com novas tecnologias que facilitam o transporte, aumentando consideravelmente o tempo de operação. E não temos que esperar mais cinco ou dez anos: a tecnologia já está disponível hoje. 

Tempos de espera acumulados em elevadores de Nova York

Tecnologia que dá suporte a técnicos

Precisamos capacitar nossos especialistas com as tecnologias preditivas mais recentes. Técnicos experientes já respondem rapidamente quando é necessário ajuda, mas e se eles puderem realizar ações preventivas para que as coisas não deem errado?

Estão sendo desenvolvidas atualmente tecnologias – na verdade, elas estão prontas para a implementação – que monitoram máquinas, estudam os dados e aprendem a como diagnosticar o estado de saúde atual do equipamento. Isso nos diz se tudo está bem ou se é necessária uma intervenção em breve.

A recolha de dados em tempo real mais a computação em nuvem A recolha de dados em tempo real mais a computação em nuvem

A recolha de dados em tempo real mais a computação em nuvem (ou seja, a Internet das Coisas) está se unindo ao aprendizado de máquina para auxiliar os técnicos de serviço a investigar o futuro – como uma bola de cristal que eles deixam escondida em seu kit de ferramentas. Isso pode parecer complicado, mas é realmente bem fácil de entender se analisarmos um exemplo específico.

Elevadores no contexto da urbanização

Elevadores perpetuamente funcionais

Como toda máquina, os elevadores produzem vários dados que normalmente não são registrados. Considerando todos os elevadores no mundo, existe uma quantidade inacreditavelmente grande de informações apenas esperando ser analisada. E essas análises podem nos ensinar como prever o comportamento do dispositivo.

Como isso funciona? Milhões de sistemas em todo o mundo fornecem dados para a nuvem. O aprendizado de máquina reconhece que uma vibração particular está intimamente relacionada a uma falha iminente da polia. A partir desse momento, os técnicos de manutenção bem informados poderão planejar o conserto do problema (que ainda não é um problema) enquanto o elevador não está em uso.

A thyssenkrupp Elevator – com o suporte da Microsoft – está implementando uma solução assim. Ela se chama “MAX”. Mais do que uma mera solução “tecnológica”, é uma solução “tec-capacitadora-de-pessoas”, tornando os técnicos de manutenção de elevadores campeões de mobilidade e eficiência de criação.

Apresentando o “MAX”

Graças à energia da nuvem, ao aprendizado de máquina e à Internet das Coisas, os técnicos de manutenção estão ganhando asas – e se tornando os anjos da guarda da indústria de elevadores. Saiba mais no site do MAX, da thyssenkrupp Elevator e da Microsoft.

Experimente a revolução que acontece quando capacitamos os técnicos de manutenção com ferramentas de última geração e os ajudamos a alcançar seu potencial máximo. Assista ao vídeo.

C
 
Predictive Maintenance solution by thyssenkrupp and Microsoft

Sem interrupções para proprietários e usuários

É oficial: estamos a um passo da realização de uma criação perfeitamente inteligente e eficiente. Uma criação que antecipa as necessidades do usuário e do proprietário, ao mesmo tempo em que oferece um local atraente e sustentável para viver e trabalhar.

People rushing in front of elevator People rushing in front of elevator

Os designers e arquitetos podem estar certos de que o fluxo de pessoas não será interrompido por reparos não programados dos elevadores. Os administradores do prédio poderão planejar e coordenar as visitas dos seus melhores amigos: os técnicos de manutenção.

Com esses novos anjos da guarda do transporte em edifícios, o estresse de lidar com reparos de emergência é substituído pela facilidade da programação de manutenção preventiva, sempre que for conveniente para os proprietários e usuários.

Andreas Schierenbeck - CEO da thyssenkrupp Elevator
“As cidades precisam de inovações que respondam aos desafios da urbanização. Existe uma necessidade urgente de mudar de uma manutenção reativa para uma proativa. Estamos muito contentes em firmar parceira com a Microsoft, sendo os precursores da era digital e transformando o futuro dos serviços de manutenção”.

Andreas Schierenbeck

CEO da thyssenkrupp Elevator

“Baseadas em nossa confiável plataforma em nuvem, o Microsoft Azure, as capacidades de Internet das Coisas são conectadas a milhões de sistemas da thyssenkrupp, ajudando a integrar e analisar dados de maneira que seja possível mudar de modelos de negócios reativos para proativos. Através de dados inteligentes, a thyssenkrupp está realmente transformando seus negócios e a maneira como se envolvem com administradores de edifícios”.

B. Kevin Turner

COO da Microsoft Corporation

B. Kevin Turner - COO da Microsoft Corporation

A vida no mundo inteligente

Imagine como inovações semelhantes poderiam transformar a maneira como utilizamos edifícios, transporte públicos e as cidades de maneira geral. Um dia, os desenvolvimentos preditivos ajudarão a garantir que todas as tecnologias das quais dependemos funcionem perfeitamente – sem desperdício e com todos os problemas consertados antes que surjam.

E se os semáforos e a iluminação pública fossem coordenadas para ajudar a polícia e os serviços de emergência a melhorar o tempo de resposta? Isso já é possível. A nuvem pode até monitorar estradas e o transporte público para otimizar o fluxo do tráfico em tempo real. Trens, escadas rolantes, aviões – um dia, nada disso irá nos decepcionar. E imagine o potencial dentro de nossas casas – quem não iria querer que as coisas fossem reparadas antes que quebrassem?

Digitalização - Uma tendência imparável Digitalização - Uma tendência imparável
Digitalização - Uma tendência imparável

Quanto mais inovações de manutenção preditiva forem implementadas – especialmente aquelas nas cidades – as pessoas irão notar grandes melhorias em sua vida diária. Um sem-número de cidades já são lugares fantásticos para viver e trabalhar. E elas continuam a melhorar, até que cidades sejam incontestavelmente o melhor lugar para os humanos estarem.

H