Energy Efficiency

Jardins que crescem: A natureza retoma cidades com muros verdes e telhados ecológicos

Há muito tempo que telhados com grama são utilizados para isolamento. Ainda é possível encontrá-los na Escandinávia. Arquitetos e designers, porém, só começaram a entender melhor como integrar plantas na parte externa de edifícios recentemente. O artista iconoclasta austríaco Friedensreich Hundertwasser, por exemplo, foi um dos primeiros inovadores a vislumbrar um ambiente construído em harmonia com a natureza (veja a galeria de imagens abaixo).

Energy Efficiency
Manter a energia e evitar o desperdício - A eficiência energética consiste em orientar pessoas sobre o consumo em associação a uma construção de prédios nova, melhorada e ecológica, que reduz a pegada ambiental de um centro urbano.
1194 visualizações

Criado em 23/10/2015

Atualmente, os arquitetos estão movendo o exterior das construções para além dos seus limites tradicionais — e as plantas frequentemente desempenham um importante papel nesse processo. Os chamados muros e telhados verdes combinam inúmeras funções práticas e estéticas. No entanto, alguns visionários estão literalmente desenvolvendo um novo plano na vida urbana: uma rede interconectada de parques, fazendas e espaços sociais construídos sobre os telhados.

“A história dos muros verdes remete ao início dos anos 1990, com o trabalho do ecologista e arquiteto Ken Yeang, que mostrou como um prédio pode suportar uma área verde maior do que o terreno que o comporta.”

Daniel Safarik

Diretor, Filial Chinesa, Editor da Revista do CTBUH, Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH)

O florescimento da construção urbana

Embora a estética seja certamente um fator importante, o movimento do design verde não se ocupa apenas do visual. Ambientes externos com plantas economizam custos de energia e enviam uma mensagem clara de sustentabilidade. Certificados verdes estão se tornando cada vez mais populares, mas, para falar honestamente, um grande prédio cinza com um certificado da LEED não tem a aparência verde de um arranha-céu com plantas crescendo nas suas paredes.

Outro fator que move esta tendência é o alto custo de terrenos. Telhados podem abrigar áreas verdes que, de outro modo, seriam inviáveis economicamente. Um exemplo é o cultivo em telhados de alimentos fornecidos localmente, em solos livres de tóxicos. A transformação verde que envolve os edifícios, em todas as suas formas, marca uma nova onda no urbanismo que traz um novo conceito ao espaço urbano, com a promessa de um novo visual e uma nova experiência para as cidades.

Jardinagem em muros

Muros verdes não são agradáveis somente aos olhos. Em um restaurante em um terraço, por exemplo, eles transmitem uma sensação de bem-estar ao dar um cenário campestre para uma refeição nas alturas. Enquanto isso, na Tree House em Cingapura, um gigantesco muro verde isola, filtra o ar e coleta água da chuva para irrigação. Um banco em Baltimore usa a flora vertical até mesmo para fazer publicidade da sua marca.

Baltimore: publicidade cultivada / Cingapura: o maior jardim vertical do mundo economiza custos
Baltimore: publicidade cultivada / Cingapura: o maior jardim vertical do mundo economiza custos
Jardim vertical do Patrick Blanc em Paris - 01
Jardim vertical do Patrick Blanc em Paris - 02
Jardim vertical do Patrick Blanc em Paris - 03
Jardim vertical do Patrick Blanc em Paris - 04

O florescimento dos telhados

Assim como os muros verdes, telhados ecológicos podem servir para muitas finalidades. Eles podem oferecer benefícios concretos, tais como o aumento da eficiência energética e o corte de custos. Podem também simplesmente ser excelentes lugares para relaxar, socializar ou cultivar alimentos.

O futuro da agricultura urbana

A ideia de subir nos telhados dos edifícios já é emocionante por si só. No entanto, se esses espaços fossem planejados para serem bonitos e viçosos com plantas e comodidades sociais, eles rapidamente se transformariam em animados núcleos de convivência. O potencial para agradar habitantes de cidades e turistas é limitado apenas pelo número de telhados.

Além disso, as evoluções para telhados que mais desafiam o pensamento dizem respeito à urbanização sustentável dos cultivares existentes. Imagine que seja possível construir em terras produtivas sem reduzir o número de hectares para cultivo. Que as colheitas — assim como zonas úmidas e suprimentos de lençóis freáticos — possam ser transferidos do solo para o alto das torres construídas no mesmo local. E que, para unir tudo, haja caminhos para agricultores, pedestres, corredores e ciclistas conectando os telhados. Embora pareça inacreditável, este projeto já está pronto para ser implantado em Guangxi, na China.

“Em muitos casos, estamos construindo edifícios em solos muito férteis, especialmente na Califórnia. Imagine as possibilidades se cada edifício tivesse um telhado verde para agricultura.”

Bridgett Luther

Fundador do Cradle to Cradle Products Innovation Institute

A tecnologia hidropônica liberta a jardinagem e a agricultura do solo, e apresenta uma intrigante opção para alimentar populações urbanas. Aqui está um restaurante que usa a hidroponia para produzir boa parte da comida do seu cardápio.

 
Video Soil-less sky farming: rooftop hydroponics on NYC restaurant

Muros verdes e telhados ajardinados não são adequados apenas para edifícios comerciais e residenciais. Eles ajudam a melhorar a vida também em fábricas. Poderia uma fábrica de motos integrar a vegetação e operar em harmonia com a natureza? Isso foi feito na Índia. Veja como!

 
Hero Garden Factory video from Youtube

Credits

Baltimore by Flicker user A.Currell 

Tree House Singapore: 
http://addp.sg/wp-content/uploads/2012/06/Tree-House-705×1024.jpg

Ford by e360.yale.edu 

NYC by Flicker user Fort green Focus 

Rotterdam Dakpark by Flickr user Fransall