Cities

O URBAN HUB observa sete cidades dinâmicas, conectadas e inovadoras ao redor do mundo

Algumas cidades exibem um impulso tão grande para autoaperfeiçoamento que elas alcançam um ritmo que garante o crescimento e a inovação até um futuro distante. Apresentamos as cidades dinâmicas: elas se destacam pelo seu talento para se transformar, investir e aproveitar todas as vantagens da urbanização. Então, que métricas ou critérios definem uma cidade dinâmica? Inúmeras pesquisas fazem a sua seleção. Algumas confiam em números precisos, como PIB, investimento estrangeiro, crescimento populacional ou preços do mercado imobiliário. Outras procuram indicadores mais variáveis, como desenvolvimentos em interconexão, inspiração e inovação. Índia e China frequentemente competem pelas dez primeiras colocações. No entanto, O URBAN HUB também está de olho em alguns azarões e escolhe sete cidades dinâmicas que fazem mais do que apenas olhar para o futuro.
Cities
Inteligentes por dentro e por fora - De muitas formas, o conceito de cidade inteligente não é nada mais que um bom planejamento urbano, que incorpora os avanços da tecnologia digital e novas formas de pensar aos conceitos de cidade antigos, de relacionamentos, comunidade, sustentabilidade ambiental, democracia participativa, boa governança e transparência.
253 visualizações

Criado em 18/06/2019

Preparada para o futuro: Londres

Por vários anos seguidos, Londres reinou como uma das cidades mais dinâmicas do planeta. O que ela faz tão bem? Ela investe em setores que constroem uma infraestrutura robusta mas flexível, enquanto ao mesmo tempo pavimenta o caminho para um crescimento inovador e sustentável.

O Plano de Infraestrutura de Londres 2050 está investindo 1 trilhão de libras em transporte, infraestrutura digital e serviços. O projeto concluído Crossrail literalmente abre o caminho para revitalizar bairros antigos. Empresas globais perceberam isso. A Apple reformou a Battersea Power Station para sua nova sede em Londres, um dos muitos novos edifícios interessantes que estão alterando a paisagem. Até 2026, 13 novos arranha-céus enfeitarão a linha do horizonte.

London St Botolph

Londres constrói o futuro: Elevadores TWIN de St. Botolph

Preparando-se para o futuro: Nairóbi

Metrópoles na China e Índia dominam as pesquisas recentes entre as principais cidades dinâmicas globais. Mas há uma exceção: Nairóbi, no Quênia.

Com uma das populações que mais crescem no mundo, Nairóbi está estabelecendo as bases para um próspero futuro com investimentos em tecnologia inteligente e em novos bairros, bem como em incorporações de uso misto para cultivar o comércio e uma qualidade de vida sustentável. Gigantescos investimentos da China garantem benefícios econômicos de longo prazo.

Nairobi

A competidora dinâmica: Bangalore

Nos últimos vários anos, Bangalore competiu cabeça a cabeça com Hyderabad pelo primeiro lugar na Índia. Em geral, a região prosperou com a sua reputação de fornecer excelentes serviços de suporte de TI para gigantes globais. Agora, uma respeitável cultura de start-up surgiu também em Bangalore.

Além disso, investimentos estrangeiros de longo prazo foram consideravelmente incentivados pela governança transparente e confiável em mercados. Bangalore pode realmente dizer que partiu no caminho para uma motivação sustentável de longo prazo.

Bengalaru

Horizontes dinâmicos: Bangalore está determinada a chegar longe

Uma concorrente constante: Atlanta

Cidades com ritmo mais rápido, como Nova York ou San Francisco, com frequência dominam as manchetes, mas Atlanta comprova que é devagar e sempre que se ganha uma corrida. Por anos, Atlanta foi conhecida como um núcleo de logística, mas ela também cresceu até se tornar o lar da segunda maior concentração de empresas da lista Fortune Global 500 nos Estados Unidos.

Com a atual cultura vibrante de novos negócios, educação superior e indústrias tecnológicas da cidade, não é de espantar que uma empresa como a thyssenkrupp Elevator a tenha escolhido como o local da sua inovadora nova torre de testes.

Atlanta Test Tower

Ascendendo para o futuro: torre de testes Battery Atlanta

Um porto que inspira: Amsterdã

Amsterdã está bem classificada na lista das cidades dinâmicas da Europa. Para aqueles que amam a cidade, não será surpresa que Amsterdã tem notas particularmente altas nas áreas de inspiração e inclusão. Sua atitude empresarial voltada para o exterior atrai investidores estrangeiros, ajudando a impulsionar uma demanda intensa por imóveis e novas incorporações no distrito comercial de Zuidas.

Amsterdam

Gigante da Estrada da Seda: Xiam

Não se contentando mais em continuar sendo uma “irmã pequena” de outras cidades costeiras como Xangai, Xiam vai para a liderança do grupo como ponto de entrada para a moderna Rota da Seda, que liga a China à Eurásia. Xiam, que agora é um grande núcleo de logística, será o local da nova sede da JD.com e o primeiro centro de distribuição inteligente não tripulado.

Um fator que deixa muitas cidades chinesas prontas para o futuro e, portanto, mais dinâmicas é ir de um modelo de crescimento puro para investimentos mais inteligentes e sustentáveis. Xiam construiu uma torre de purificação de ar de 100 metros de altura para reduzir a fumaça e melhorar a qualidade do ar no início do seu crescimento exponencial.

Xi'an

Um grande surto de crescimento: Monterrey, México

O México continua a ser uma das regiões mais dinâmicas do mundo. Investimentos privados e governamentais na última década abasteceram uma indústria tecnológica que cresceu três vezes mais rápido aqui do que em qualquer outro lugar do mundo. Monterrey, a cidade mais rica do México, tem a reputação de ser um dos melhores locais da região para start-ups e para desenvolver um negócio.

Monterrey

Dinâmico é quem age com dinamismo

Apesar das variadas definições, podemos dizer com segurança que as principais cidades dinâmicas compartilham diversas qualidades: investimentos sólidos em infraestrutura local, talento para atrair investimentos estrangeiros e uma capacidade de entrar em ação quando novas oportunidades surgem nos setores de conhecimento e inovação. Qualquer que seja a combinação que encontram, as cidades dinâmicas abrem uma porta para a urbanização do futuro.

Image Credits:

London St. Botolph, photo by Images George Rex, taken from flickr.com

Nairobi, photo by Ninara, taken from flickr.com

Amsterdam, photo by Daniel Klein, taken from unsplash.com

Xi’an, photo by Carlos Adampol Galindo, taken from commons.wikimedia.org