Cities

Renovação na orla: cidades portuárias desfrutam dos benefícios

A renovação de orlas é um assunto em alta no planejamento urbano. Estruturas modernas, arquitetura de reutilização adaptativa e novos espaços públicos estão redescobrindo e transformando locais à beira da água semiesquecidos, ocupados por prédios decrépitos. Cidades portuárias têm uma vantagem especial. O tráfego de frete marítimo delas se mudou para fora da cidade, para instalações maiores e mais modernas, deixando uma infraestrutura portuária obsoleta localizada em um local central, em imóveis de alta qualidade. O URBAN HUB confere algumas cidades portuárias famosas e como elas se adaptam às mudanças que estão afetando suas propriedades nas orlas.
Cities
Inteligentes por dentro e por fora - De muitas formas, o conceito de cidade inteligente não é nada mais que um bom planejamento urbano, que incorpora os avanços da tecnologia digital e novas formas de pensar aos conceitos de cidade antigos, de relacionamentos, comunidade, sustentabilidade ambiental, democracia participativa, boa governança e transparência.
3021 visualizações

Criado em 03/09/2019

Ponto de encontro no leste do Mediterrâneo: Istambul

Istambul é um grande porto internacional há muito tempo, e o megaprojeto Galataport vai melhorar consideravelmente a área muito frequentada em torno do Chifre de Ouro quando ele for aberto em 2020. Além de restaurar vários prédios históricos em uma área costeira de 1,2 km de extensão, a reforma criará uma nova praça de 14.000 m² no centro de um distrito cultural e artístico modernizado. O Galataport também oferecerá cruzeiros de ponta para até 1,5 milhão de passageiros e tripulantes por ano. A thyssenkrupp Elevator está fornecendo os sistemas de elevadores e escadas rolantes para garantir conexões rápidas e fáceis.

 
Galataport

Portal para a América do Norte: Cidade de Nova York

A Cidade de Nova York já foi o porto de entrada para inúmeros imigrantes de todo o mundo. Esses dias se foram, mas uma ampla gama de antigas infraestruturas da orla permanece. Novas obras vão da enorme reforma do Hudson Yards, em cima de um pátio ferroviário, até o segundo maior espaço verde da cidade: o Hudson River Park, com 7,2 km de extensão, no antigo Slaughterhouse District. A área de cais também está sendo reaproveitada: o Cais 17 tem um local para concertos, o Cais 26 tem um parque para cães e o Cais 2 tem uma piscina inflável. Veja tudo isso do observatório do 1 World Trade Center.

New York City

Pegue a balsa Midtown para Hudson Yards em Nova York.

Qualidade de vida no mar de Tasman: Sydney

Sydney, que ocupa uma alta posição em pesquisas de qualidade de vida e cidades inteligentes, também é conhecida pela diversão, muitas vezes na água, que o vasto porto da cidade tem de sobra. O novo projeto Barangaroo está abrindo ainda mais espaços ao transformar um terminal de contêineres não utilizado próximo ao distrito comercial central em um projeto de orla de uso misto de 22 hectares. As residências, escritórios, lojas, restaurantes e parques ficarão ainda mais acessíveis após a conclusão em 2024, porque até lá também será aberto o novo Metrô de Sydney, que conta com 200 soluções de mobilidade da thyssenkrupp Elevator.

Sydney

Encontro do mar do Norte com o rio Elba: Hamburgo

Hamburgo é um dos portos de escala favoritos para cruzeiros. Uma de suas três principais instalações de ancoragem fica em HafenCity, 220 hectares de orla e o maior projeto de desenvolvimento urbano em uma cidade da Europa. Essa área contém tanto o Patrimônio da Humanidade da UNESCO Speicherstadt quanto a nova Universidade HafenCity, que foca em arquitetura, engenharia e planejamento urbano. Ela também tem um exemplo impressionante de reutilização adaptativa: a sala de concertos Filarmônica do Elba, de 108 metros, que combina um design acústico de ponta com soluções de mobilidade avançadas da thyssenkrupp Elevator.

Hamburg

O Atlântico na Baía de Guanabara: Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro, famoso pelo carnaval, pelo samba e por praias como Copacabana, também tem muita consciência do mar. A cidade aproveitou um megaevento futuro para modernizar a velha área portuária do Porto Maravilha. Isso significou demolir 5 quilômetros de um viaduto, uma vista que incomodava muitas pessoas. Quando ele foi embora, surgiu espaço para muitas coisas. Ciclovias e vias para pedestres, assim como um VLT, ligaram as pessoas e a cidade aos antigos depósitos da orla, que foram transformados em museus, casas de shows e outros espaços públicos – tudo junto à água.

Rio de Janeiro

Onde dois oceanos se encontram: Cidade do Cabo

As águas quentes do oceano Índico encontram-se e se misturam com as águas do frio Atlântico Sul perto da Cidade do Cabo, uma das cidades mais multiculturais do mundo. Esse movimento dinâmico se estende até a costa, onde a orla Victoria & Albert, um porto em funcionamento, foi renovada para incluir também novas residências e lojas. Esse desenvolvimento de reutilização adaptativa atrai mais de 20 milhões de visitantes por ano e continua crescendo: recentemente, ela ganhou o Battery Park, de 12.000 m², que oferece acesso ilimitado a natação urbana, esportes aquáticos e lazer à beira-mar.

Cape Town

Docklands junto ao rio Tâmisa: Londres

Uma das reformas em orlas mais famosas do mundo é o Docklands no leste e sudeste de Londres. Esse projeto enorme criou muita controvérsia no início, mas hoje o consenso é de que ele trouxe um enorme avanço econômico para a cidade. Um dos efeitos desse sucesso foi que os planejadores continuaram explorando oportunidades de desenvolvimento rio abaixo. O projeto Thames Gateway teria 70 quilômetros de Londres até o estuário do Tâmisa e combinaria desenvolvimento brownfield com a “regeneração” de locais existentes.

London

Nova finalidade para orlas antigas

Muitas cidades costeiras têm orlas fabulosas. Vancouver, Hong Kong, Estocolmo, Mumbai, Tóquio, Xangai: a lista é interminável. E cada vez mais cidades estão investindo tempo e dinheiro para tornar suas orlas em partes vibrantes e benéficas da vida urbana. Um passo-chave para fazer um investimento sábio é envolver os moradores no processo. São Francisco, por exemplo, se esforça muito para assegurar a participação de cidadãos no processo de planejamento. Isso ajuda a garantir que a área portuária que transformou São Francisco em uma grande cidade no começo continue mantendo a excelência da cidade por muitos anos.

Singapore

A orla de Singapura está em constante desenvolvimento.

Image Credits:

Galataport, video by A As Architecture

New York City, photo by Mike C. Valdivia, taken from unsplash.com

Sydney, photo by Jamie Davies, taken from unsplash.com

Rio de Janeiro, photo by Nan Palmero, taken from flickr.com, Creative Commons Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0)

Cape Town, photo by Travelbusy.com, taken from flickr.comCreative Commons Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0)

London, photo by David Iliff, taken from commons.wikimedia.org, Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported

Singapore, photo by Victor Garcia, taken from unsplash.com