Cities

Cidades inteligentes pavimentam o caminho para uma vida eficiente e sustentável

Congestionamentos, poluição, áreas abandonadas são problemas enfrentados por muitas cidades. E o aumento das populações urbanas torna esses problemas mais difíceis de resolver a curto prazo. Cidades mais inteligentes poderão crescer e se tornar lugares melhores para se viver.

Cities
Inteligentes por dentro e por fora - De muitas formas, o conceito de cidade inteligente não é nada mais que um bom planejamento urbano, que incorpora os avanços da tecnologia digital e novas formas de pensar aos conceitos de cidade antigos, de relacionamentos, comunidade, sustentabilidade ambiental, democracia participativa, boa governança e transparência.
1579 visualizações

Criado em 15/11/2014

Imagine uma cidade que você conheça. É fácil dirigir lá e encontrar um local para estacionar? O centro comercial é lotado? Ao menos é seguro pedalar por lá? Agora imagine essa mesma cidade com ainda mais carros, bicicletas e, obviamente, mais pessoas. Muito mais pessoas. De acordo com as Nações Unidas, a população urbana mundial irá aumentar de 3,92 bilhões em 2015 para 6,25 bilhões em 2050. É um aumento de cerca de 60 por cento.

Uma maneira de acomodar essa tendência poderia ser as chamadas “cidades inteligentes”, cidades que podem originar e interconectar as melhores soluções para mobilidade, energia sustentável, utilização do espaço e, o mais importante, oferecer um ótimo espaço para viver e trabalhar, a despeito do crescimento das densidades populacionais.

O que é uma cidade inteligente?

As definições podem variar, mas o termo cidade inteligente refere-se geralmente à combinação de inovação urbana, redes humanas e meio ambiente. O conceito de cidade inteligente reconhece o valor da colaboração de vários grupos, como o acadêmico, o empresarial, do governo municipal e grupos de cidadãos – as pessoas se reúnem para encontrar as soluções mais eficientes para a cidade do futuro.

Cidades inteligentes são cidades sustentáveis. Elas não só funcionam melhor em todos os níveis, mas também alcançam crescimento econômico inteligente e sustentável, ao mesmo tempo em que minimizam seu impacto no meio ambiente.

No nível mais básico, uma cidade é uma coleção de redes: redes de pessoas, tecnologias, infraestrutura. Quando essas redes funcionam bem juntas, elas permitem a redução do consumo de energia, uso ideal do espaço e qualidade de vida melhorada.

 

 

Tendências futuras no Século das cidades

Palestrante: Dr. Parag Khanna, Sócio-diretor, Hybrid Reality
Ministrada em: Cúpula da New Cities Foundation 2014

 

Grupos de reflexão e outras fontes da Cidade inteligente

O fator sustentabilidade

A qualidade da vida urbana irá depender também da existência de defensores corretos do meio ambiente. As ideias podem fluir a partir dos chamados “grupos de reflexão”, de equipes interdisciplinares em organizações sem fins lucrativos ou centros de pesquisa acadêmica. O Laboratório de Mídia do MIT, por exemplo, inventou um veículo urbano empilhável para compartilhamento de carros em ambientes urbanos. Programas de graduação em sustentabilidade e equipes de pesquisa multidisciplinar já podem ser encontrados em universidades de todo o mundo.

Mais apoio está vindo de programas de certificação voluntários e de padrões, o que reforça a imagem e a visibilidade do projeto sustentável. Além disso, o Certificado Liderança em Energia e Design Ambiental (LEED) é um programa de certificação de prédios sustentáveis que reconhece os prédios quanto ao consumo de energia eficiente, uso da água, práticas de reciclagem e qualidade do ar. As certificações internacionais e regionais reconhecem empresas por irem além dos requisitos jurídicos. Em troca, as empresas podem melhorar sua imagem demonstrando seus altos padrões de sustentabilidade.

“Recently, we are taking our proven passenger transportation solutions to the streets. Our technology is used at stations, airports and in many buildings. Wherever people congregate, our products keep things moving. That’s why we are specifically investing in the development of new technologies to raise urban mobility to the next level.”

Patrick Bass

Head of R&D, thyssenkrupp Elevator

Mudanças no Laboratório de Mídia do MIT
http://cp.media.mit.edu

New Cities Foundation
http://www.newcitiesfoundation.org

Smart City Expo – World Congress, 18 – 20 November 2014
http://www.smartcityexpo.com

O futuro é inteligente

De maneira simples, as cidades inteligentes tornam mais eficiente o uso do espaço e dos recursos que possuem, para oferecer um local atrativo e limpo para se viver. Todas as coisas e pessoas trabalham juntas harmoniosamente contribuindo com ideias e buscando soluções. Você tem alguma ideia para sua cidade? Pode ser mais fácil do que você pensa encontrar alguém disposto a ouvir você. 

Além da mobilidade inteligente e dos prédios inteligentes, fique atento ao UrbanHub para mais informações sobre prédios sustentáveis, produção de energia descentralizada, zero carbono, redes inteligentes, veículos autônomos, conectividade e muito mais.

[yop_poll id=”7″]