Buildings

Um símbolo de esperança – equipar o prédio mais alto das Américas

Um único arranha-céu pode elevar o espírito de uma nação? 104 andares em um total de 541,32 m de altitude (a medida original de 1.776 pés faz alusão ao ano de independência dos Estados Unidos), para cidadãos americanos e outras pessoas em todo o mundo, o One World Trade Center (1WTC) é verdadeiramente um símbolo de esperança. Ele representa o otimismo inabalável de um país que nunca para de olhar para frente e de sonhar alto.

As emoções de todos que trabalharam nesse icônico arranha-céu estavam à flor da pele. Ajudar a conectar o 1WTC do solo ao céu não foi fácil não foi uma tarefa fácil. Conheça as pessoas que tornaram possível essa enorme façanha – e o que as move.

Buildings
Marcos da sustentabilidade urbana - Hoje, o planejamento urbano cria marcos futuros para cidades que transmitem novas mensagens de sustentabilidade, escolhas ecológicas e uma forma responsável de viver.
551 visualizações

Criado em 12/11/2014

“Provavelmente não vai existir outro trabalho tão significativo na nossa vida. Estar envolvido nisso não é uma questão individual, mas sim sobre o que o One World Trade Center significa para o nosso país, para as pessoas que trabalham nele e para aqueles que perderam seus entes queridos no 11 de Setembro”.

Scott Lahmers

Especialista técnico | thyssenkrupp Elevator

Imagine içar escadas rolantes por 100 andares

Dezembro de 2012 foi um momento especial para todos que trabalharam no One World Trade Center (1WTC), em Nova Iorque. A instalação das duas últimas escadas rolantes para o deck de observação foi inesquecível para o Especialista técnico Scott Lahmers. Elas tiveram que ser içadas do chão até o 100º andar.

Era um dia nublado e não sabíamos se a equipe ergueria as escadas rolantes naquele dia.  Felizmente, Scott Lahmers tinha sua câmera consigo, e as fotos que ele tirou tornaram-se virais.

A perspectiva incomum de ver escadas rolantes flutuarem no céu chamou a atenção de muitos. Havia algo de majestoso e solene nelas. O grande equipamento parecia frágil naquela manhã de inverno. Eles nos contaram uma história sobre a esperança superar todas as expectativas. Como uma peça de metal que simbolizava o avanço e a determinação. 

Após fazer o upload das fotos para o Flickr, as fotos de Scott tornaram-se virais logo em seguida. Às vezes, até os equipamentos de transporte precisam de uma carona.

 

As palavras de Scott capturaram o sentimento de muitos colegas de construção. Ele compartilhou o orgulho, o entusiasmo e a sensação de fazer parte de um conjunto muito maior.

A finalização da construção do 1WTC foi o ponto culminante de anos de planejamento, construção e colaboração de milhares de pessoas. Foi uma oportunidade para parar e refletir sobre o significado da sua conclusão. EUA O presidente norte-americano Barack Obama esteve lá para assinar a última viga de metal antes de sua colocação. Um momento monumental. 

“Eu sou apenas um entre tantos aqui. Não consigo dizer o quão importante é para nós que o presidente reconheça que estamos dando o máximo nesse projeto. É algo que só acontece uma vez na vida, e estou feliz de ter estado lá”.

Michael DeNardo

Superintendente de construção 1WTC | thyssenkrupp Elevator

Eu cumprimentei Obama

Eles escolhem símbolos diferentes para expressar seu respeito. O presidente Obama usou uma discreta bandeira norte-americana em sua lapela, enquanto o Superintendente de construção Michael DeNardo usou adesivos com mensagens de esperança e patriotismo em seu capacete. Mas ambos não podiam estar mais unidos em compartilhar o orgulho que é a finalização do 1WTC, cada qual responsável por um papel vital em sua conclusão.

Em 14 de junho de 2012, o presidente Obama visitou o canteiro de obras do 1WTC para assinar uma das últimas vigas de metal a ser adicionada à torre. Foi quando Mike teve a oportunidade de cumprimentar o presidente, que agradeceu a ele e a sua equipe por seu trabalho impressionante no gigante canteiro de obras.

Estas foram as palavras que o presidente Obama escreveu na viga de metal: “Nós lembramos. Nós reconstruímos. Nós voltamos mais fortes”.

“Quanto mais alto o edifício, maiores são as exigências feitas aos engenheiros. Elevadores inteligentes são o que tornam possível edifícios como este serem construídos”.

Joe Braman

Vice-presidente regional de Nova Iorque | thyssenkrupp Elevator

Ele observa pelo orifício, centenas de metros acima do solo. É difícil imaginar que onde Joe Braman, vice-presidente regional de Nova Iorque, está agora será em breve uma artéria vital por onde circularão 14.000 pessoas por dia. É um número que significa muito mais que qualquer outra estatística para Joe.

Ele pode fornecer-lhe os números e algoritmos que fazem esses elevadores de última geração viajarem mais rapidamente, minimizarem o acúmulo de passageiros no saguão e até mesmo aumentarem a segurança em 90%. Há uma inteligência trabalhando aqui que possui um propósito em mente: servir pessoas.

Pode não aparentar enquanto ele inspeciona o fosso do elevador sozinho, mas Joe Braman gosta de lidar com pessoas. Ele é realista e inspirado por uma equipe que vai do especialista em cimento na fundação até o engenheiro em seu laptop, passando pelos trabalhadores em horário de almoço aproveitando uma das vistas mais espetaculares que um canteiro de obras pode oferecer.

 “Todos contribuem com sua especialidade, e tudo se encaixa”, diz Joe. Ele tira o seu capacete para mostrar as listras e estrelas nele. “Estamos todos muito orgulhosos de estarmos envolvidos neste projeto. E estamos fazendo o nosso melhor para garantir que o edifício mais alto do hemisfério ocidental tenha os melhores elevadores”.

A iniciativa thyssenkrupp Remembers

Mil funcionários da thyssenkrupp em oito países participam de um evento de caridade organizado em memória do 11 de Setembro.

Todos os cabos de elevadores do One World Trade Center combinados e esticados vão de Nova Iorque a Baltimore. A rede de funcionários da thyssenkrupp, porém, corre o mundo muitas vezes, e o seu alcance e abrangência foi sentido quando a equipe “thyssenkrupp Remembers” uniu-se a milhares de outros em um evento de caridade para arrecadar fundos para o 9/11 Memorial e o 9/11 Memorial Museum.

Uma ocasião comovente para trabalhadores, executivos e engenheiros tomarem as ruas de Nova Iorque, Havaí e Essen. E uma forma impressionante de demonstrar que o seu comprometimento conjunto com o 1WTC vai além dos fios e cabos. 

 
®

Uma rápida conferida nos fatos – de cima para baixo

Trabalhar no 1WTC foi uma experiência memorável para todos os envolvidos. O orgulho que eles têm de seu trabalho vem de uma mistura de significação histórica com proezas técnicas. Façanhas como essa são possíveis apenas quando se unem pessoas de todo o mundo. Juntos, nós podemos dizer: “Sim, conseguimos!”