Buildings

Seu arranha-céu preferido

Em 2014, foram concluídos cinco arranha-céus com mais de 300 metros de altura: o One World Trade Center nos EUA, o World Trade Center Abu Dhabi (EAU) – e outros três arranha-céus de finalidade mista na China. Apesar de nenhum destes monumentos arquitetônicos fazer parte dos três maiores no registro histórico, sua localização reflete com perfeição a distribuição regional dos megaprojetos da última década.

Inspirados por este relatório dos maiores arranha-céus da história, perguntamos: qual deles você considera mais atraente? Por favor, vote no seu preferido, um dos cinco maiores edifícios nas regiões de projeção mundial.

Buildings
Marcos da sustentabilidade urbana - Hoje, o planejamento urbano cria marcos futuros para cidades que transmitem novas mensagens de sustentabilidade, escolhas ecológicas e uma forma responsável de viver.
673 visualizações

Criado em 12/03/2015

Uma questão de gosto pessoal

Há quem prefira os edifícios mais altos; outros preferem uma fachada criada de forma não convencional em uma paisagem futurista. Em sua opinião, qual dos arranha-céus já concluídos ou com estrutura pronta nas regiões de maior projeção mundial é o mais impressionante, tecnicamente desafiante ou arquitetonicamente destacado?

Os candidatos – maiores edifícios em regiões-chave no mundo
[yop_poll id="11"]

Inspiração pessoal

Para inspirar seu voto, apresentamos os edifícios preferidos de Daniel Safarik, ex-editor das publicações do CTBUH: “O Chrysler Building sempre vencerá a disputa no quesito da beleza — nada expressa a efervescência dos anos vinte e a engenhosidade americana como este edifício. Historicamente, o John Hancock Center e o Sears Tower, em Chicago, são os que mais influenciaram meu desenvolvimento pessoal.”

Os favoritos de Daniel Safarik (CTBUH)

Regiões de maior crescimento no mundo

Deixando de lado o gosto pessoal, a tendência na hierarquia de regiões proeminentes na lista da CTBUH dos maiores arranha-céus no mundo é significativa. Nossa slide show mostra como o percentual de edifícios altos nas Américas, Ásia, Europa e Oriente Médio se desenvolve ao longo do tempo. Após liderar o ranking por quase cem anos, os EUA passaram a faixa para a Ásia no início do século XXI. 

Mais para descobrir

Você gosta de comparar os detalhes dos edifícios mais altos do mundo? Por que não confere os dados on-line fornecidos pela CTBUH? Enquanto isso, nós do URBAN HUB prometemos preparar um relatório dos recursos tecnológicos e arquitetônicos de seus arranha-céus preferidos.

Credits

Image 1: Photograph “Sears Tower” by Flickr User Jay Galvin, CC by ND 2.0
Image 2: Photograph “John Hancock Center” by Flickr user Roman Boed, CC by ND 2.0
Image 3: photograph “Chrysler Building” by Flicker user Michaela Simoncini, CC by ND 2.0