Buildings

Desvendando o projeto da Torre de Testes em Rottweil

Todo prédio tem a sua história. Então, qual é a história por trás da elegante Torre de Testes de elevadores em Rottweil, e por que ela é “vestida de branco”? Afinal, se fosse simplesmente uma estrutura de concreto, continuaria podendo realizar suas funções de teste. Mas os arquitetos e o futuro proprietário do edifício resolveram considerar profundamente o ambiente e os habitantes locais ao redor do mesmo.

O URBAN HUB falou com um dos principais arquitetos do projeto, o Dr. Werner Sobek, que explicou como elaborou o conceito para uma elegante torre de 246 metros, em uma cidade histórica cujas mais altas estruturas anteriormente eram torres de igreja. Qual foi a sua abordagem? Tornar bela a construção e dar algo em retribuição à comunidade.

Buildings
Marcos da sustentabilidade urbana - Hoje, o planejamento urbano cria marcos futuros para cidades que transmitem novas mensagens de sustentabilidade, escolhas ecológicas e uma forma responsável de viver.
1085 visualizações

Criado em 18/01/2016

O resultado de um trabalho em equipe

Certamente, foi preciso considerar inúmeros detalhes técnicos para projetar uma torre cujo objetivo primordial era testar e validar tecnologias de ponta na área de elevadores. No entanto, além do fato de cumprir esses requisitos, a elegância e a engenhosidade estrutural do projeto garantiram a vitória da proposta do Dr. Werner Sobek e de Helmut Jahn – em nome da construtora Züblin.

Dr. Sobek, engenheiro estrutural e arquiteto, trabalha desde 1993 ao lado de Helmut Jahn, arquiteto residente em Chicago. Os dois colaboram por telefone, e-mail e fax, e aprenderam a comunicar detalhes complexos com apenas algumas palavras e um esboço.

Para o Dr. Sobek, sempre foi importante visitar pessoalmente o futuro local dos seus projetos: “Fui conhecer Rottweil e as redondezas para ter uma ideia de como encaixar uma torre naquele ambiente, de forma a dar uma contribuição valorosa. É uma grande responsabilidade projetar uma estrutura que ficará no local por um longo tempo.”

“Quando tivemos a ideia de projetar um cilindro de concreto revestido de branco, que também traria um enriquecimento para a cidade, comprometi-me completamente com o projeto.”

Dr. Werner Sobek

Arquiteto e engenheiro estrutural

O mirante mais alto da Torre de Testes em Rottweil
O mirante mais alto com vista panorâmica de 360 graus da Alemanha

Prof. Dr. Dr. hon. Dr. h.c. Werner Sobek

Dr. Sobek é arquiteto, engenheiro consultor, engenheiro de testes em todos os campos da engenharia estrutural e detém diversas habilitações profissionais.

Como sucessor do arquiteto Frei Otto e do engenheiro estrutural Jörg Schlaich, Werner Sobek dirige o Institute for Lightweight Structures and Conceptual Design (ILEK), na Universidade de Stuttgart.

De 2008 a 2014, foi Professor Mies van der Rohe no Illinois Institute of Technology, em Chicago. Além disso, é fundador e presidente de diversas organizações sem fins lucrativos, tais como aed e SIS.

 

Dr. Sobek profile image copyright (c) A.T. Schaefer, Stuttgart

Prof. Dr. Werner Sobek

Projeto com propósito

“O trabalho de um arquiteto é enriquecer o ambiente construído, oferecendo uma contribuição de valor,” explica o Dr. Sobek, “mas essa torre também é um experimento técnico e científico.” De fato, trata-se de um experimento realizado como parceria empresa-universidade, em um local próximo a quatro importantes universidades e mais de 10.000 estudantes.

Além dos testes com elevadores, grande parte dessa “experiência” está relacionada ao revestimento externo da torre. Com uma transição do opaco ao transparente no sentido ascendente, o revestimento externo branco em fibra de vidro não só embeleza a torre, como também ajuda a reduzir o nível de oscilação do edifício, na medida em que dispersa as forças do vento. Além disso, essa cobertura confere sombra ao concreto, protegendo-o do estresse irregular causado pelo aquecimento solar e resfriamento. Um revestimento em polímero (PTFE) confere propriedades antiaderentes, garantindo que a torre permaneça limpa e mantenha sua cor quase indefinidamente.

A sustentabilidade está fortemente enraizada no projeto. Os benefícios estruturais do revestimento ajudam a reduzir o consumo de concreto, reduzindo a energia total incorporada (ou seja, a energia total aplicada na construção). Considerando que a produção global de concreto gera mais emissão de carbono que a aviação internacional, esse é um bom exemplo de como um projeto pode promover a proteção ambiental.

Entradas da Torre de Testes em Rottweil
Entradas separadas para público, técnicos da empresa e serviços prediais
“Encerrada a utilização, a membrana de fibra de vidro, as estruturas de suporte em aço e o concreto podem ser facilmente desmontados e reciclados.”

Dr. Werner Sobek

Arquiteto e engenheiro estrutural

A Torre de Testes da thyssenkrupp em resumo

Atendendo às necessidades comerciais e da comunidade

Localizada a uma distância adequada do centro histórico da cidade, a torre também será útil para a comunidade: ela se tornará o mirante mais alto com vista panorâmica de 360 graus da Alemanha.

Além de oferecer aos cidadãos locais uma nova visão da cidade e da região, o observatório ajudará a atrair turistas, beneficiando a economia local.

Esse aspecto, entretanto, exigiu que os arquitetos considerassem diversos fatores no projeto: entradas separadas para público, técnicos da empresa e serviços prediais, bem como poços de elevadores separados para o mirante, as salas de escritório e conferência, e as instalações de teste. Felizmente, foi possível reunir todos esses elementos em um projeto aparentemente simples e minimalista.

O mirante mais alto com vista panorâmica de 360 graus
Sala de conferência
Entrada
Sala de escritório

O futuro das cidades e da arquitetura

Ao ser perguntado sobre a sua visão sobre o futuro dos espaços urbanos e da arquitetura, o Dr. Sobek explicou o conceito de uma “cidade elétrica”. De acordo com ele, já é possível combinar tecnologias como energia fotovoltaica, redes inteligentes, transporte elétrico e construção sustentável para construir novos distritos urbanos que sejam autossuficientes em termos de energia e, além disso, possam fornecer energia a distritos vizinhos com construções mais antigas.

Sobek não podia dar detalhes específicos, mas deu pistas de que já existe um projeto desse tipo em andamento. O único obstáculo à adoção em larga escala desse conceito é a determinação política, que poderia colocar isso em prática.

Com relação à arquitetura, o Dr. Sobek entusiasmou-se ao falar das possibilidades oferecidas pelo conceito MULTI de elevadores, em termos de transporte vertical, de redução drástica do impacto ambiental dos elevadores e de minimização do tempo de espera de usuário. “Cheguei a recomendar o MULTI para dois arranha-céus em Moscou, mas fui precipitado, uma vez que a tecnologia ainda não estava disponível.”

“A sustentabilidade sempre esteve no coração daquilo que fazemos. Significa assumir nossa responsabilidade pelas gerações que estão por vir.”

Dr. Werner Sobek

Arquiteto e engenheiro estrutural

Mais informações

Você encontra mais informações sobre o elevador Test Tower de Rottweil neste website: testturm.thyssenkrupp-elevator.com